with Nenhum comentário

Além de nutrientes, a sopa traz histórias e tradições regionais. Ficou curioso? Segue até o fim, que o assunto pode render um jantar inteiro 🙂

A origem da sopa

sopa sobre a mesa

Estima-se que a origem da sopa remonte à pré-história antes mesmo da descoberta do fogo, como uma forma de amaciar carnes e vegetais mais duros. Ela teria surgido casualmente em regiões vulcânicas onde se formavam poças de água quente. 

Há quem diga que a origem etimológica da palavra vem do sânscrito: sû (significa: bem) e pô (significa: alimentar). Por essa linha, sopa significaria “bem alimentar”. Outras vertentes apontam que a palavra, criada na idade média, deriva do germânico suppa “pedaço de pão embebido em um líquido”. 

O dicionário Aurélio assume essa segunda explicação e define sopa como “caldo com carne, legumes, massas ou outra substância sólida, servido normalmente como primeiro prato do jantar”. Então, pelo dicionário: sopa sozinha, no geral, não é considerada uma refeição por si só.

De qualquer forma, caldos e sopas atravessaram períodos históricos e os mais diversos espaços geográficos até chegarmos à grande variedade de receitas que dispomos hoje.


Conheça as sopas típicas de cada país:

sopa borscht sob a mesa

Brasil 
Entre as receitas tradicionais do Brasil, temos: Bambá de Couve, tradicional da região Sudeste; no Norte, o famoso tacacá; e, no Sul, o caldo de mocotó.

Portugal

Em Portugal, a canja e o caldo verde são muito conhecidos entre os turistas. Contudo, há algumas controvérsias sobre a origem da canja ser portuguesa. Alguns estudiosos apontam ser da Índia. De qualquer forma, é um sucesso em terras lusitanas (e no Brasil também).

Espanha

A sopa tradicional da Espanha é o gazpacho, elaborada com tomate, pepino, alho, pão e azeite. O gazpacho costuma ser servido frio. 

Japão

O missoshiro é bastante presente nos restaurantes japoneses do Brasil. É um caldo de peixe com missô (pasta de soja), servido normalmente como entrada ou base de outros pratos.

Leste europeu

Originalmente da Ucrânia e consumida por tradição em todo o Leste europeu, a sopa Borscht é preparada com beterrabas frescas, cenoura, cebola, caldo de carne e de limão, manteiga, azeite e endro. A sopa pode ser servida quente ou fria. Aprenda a fazer a sopa russa Borscht.

Vietnã

Canh Chua é uma sopa ácida vietnamita, preparada com pedaços de peixe, hortelã e tamarindo. Ela pode ser servida sozinha ou misturada com arroz. 

Tailândia

A Tom Kha Gai é preparada com leite de coco, frango, muito coentro e outras especiarias.


Caldo ou sopa?

caldo sob a mesa

Você sabia que existe uma diferença entre caldos e sopas? Basicamente, o caldo é como uma água temperada e, a sopa, um caldo que pode ser cozinhado junto de carboidratos, como o macarrão, proteínas, como a carne, ou hortaliças, como a ervilha.

Os caldos podem servir como tempero em alimentos, como arroz e feijão, ou para o consumo pré-refeição, como entrada, com intuito de aliviar a fome. 

Com o acréscimo de pedaços maiores de carnes, legumes ou vegetais, o caldo se torna uma sopa e, nesse caso, é recomendado consumi-la como prato principal, por oferecer todos os nutrientes de uma refeição balanceada.  

Por esse viés, sopa é janta, sim. Mas caldo é só entrada.


Quer dicas para preparar sopas mais saudáveis? Clique aqui e acesse a matéria completa no site da Unimed BR.

Deixe uma resposta